A Ecomarapendi é a ONG (organização não-governamental) responsável pela Recicloteca. Além do centro de informações de meio ambiente e reciclagem, oferece diagnóstico participativo, estudos de impacto ambiental e de vizinhança, treinamento e capacitação. Entre em contato pelo email contato@ecomarapendi.org.br
Fechar janela

Lavar os recicláveis é fundamental para a coleta seletiva de qualidade

A Recicloteca – Centro de informações sobre Reciclagem e Meio Ambiente trabalha diretamente com o público esclarecendo-o sobre as formas de atuação em relação aos resíduos sólido. Assim sendo podemos afirmar que a matéria que saiu em 2014 no portal G1-Natureza criou uma polêmica em torno de uma desinformação, que lamentavelmente é muito comum.
Felizmente há quem saiba a importância e adote nos lares e no trabalho a prática de lavar os recicláveis que serão destinados à cadeia da reciclagem.

Armazenar material sujo compromete a higiene do seu próprio ambiente e das áreas de armazenamento futuro – pequenas cooperativas, sucateiros, áreas de transbordo ou mesmo grandes intermediários, massivamente localizados em áreas residenciais.

Eliminar a lavagem prejudicaria ainda a logística de recolhimento diário dos materiais. Para que sua casa /condomínio / empresa não sofresse com moscas, formigas, baratas e ratos atraídos pelo material acumulado com restos orgânicos, seria necessária coleta mais frequente, resultando em caminhões, caminhonetes e até carroças mais frequentes nas ruas, gerando maior gasto com combustível (e poluição) para movimentar esta frota. Mais pessoas (cooperados ou garis) trabalhariam na retirada, ao invés de reforçarem a separação fina e valorização comercial deste material, que eleva a renda dos cooperados. Provavelmente haveriam mais áreas de transbordo, mais próximas de áreas residenciais, importantes origens de recicláveis .

Além disso, cooperativas, sucateiros, áreas de transbordo teriam que ter tanques de abastecimento de água, área de drenagem e tratamento das águas residuárias, e uma licença para utilização desta água, que não seja apenas para dessedentação e higiene humana. Custos e estrutura muito além da capacidade de quem vive hoje do pouco lucro do primeiro estágio da cadeia da reciclagem.

Lavar os recicláveis é algo divulgado por ambientalistas e professores há décadas. O ensinamento determina uma lavagem superficial que usa pouca água, valoriza o material evitando a contaminação cruzada (líquidos e óleos sujando papéis por exemplo) e, mais importante, garante a salubridade dos muitos locais em que esse material será armazenado antes da reciclagem. Não há lavagem em cooperativas e o suposto aumento da geração de esgoto por conta dessa lavagem é inverídica já que uma hipotética lavagem na cooperativa geraria o mesmo esgoto. Além disso a sujeira dos recicláveis é a mesma da louça que usamos para ingerir alguns dos alimentos, portanto, se fosse verdade o aumento do esgoto deveríamos parar também de lavar louças em casa, adotando pratos e talheres descartáveis, o que seria um total disparate.

Lavar os recicláveis não é desperdício de água, é um uso legítimo de um recurso natural para qualificar a matéria-prima dos recicladores, garantindo a salubridade em todas as etapas da reciclagem, em especial dos catadores. Desperdício de água é deixar a torneira aberta de modo que a água escorra por um ralo sem uso algum.

Afinal, quando não será necessário lavar os recicláveis??

NÃO PRECISAM passar por lavagem:
– Resíduos de limpeza doméstica: embalagens de sabão de todos os tipos; embalagens de produtos de limpeza: desinfetantes, essências, multiuso, cloros e seus derivados, embalagens de buchas, escovas e afins.

Resíduos de higiene pessoal: embalagens de sabonetes, de xampus, de papel higiênico, de escovas de dente, perfumes etc.

Resíduos de embalagens de grãos alimentícios secos: arroz, feijão, pipoca, lentilha, ervilha etc.

Quando é necessário lavar os recicláveis?

Lave as embalagens de produtos que deixam resíduos em seus vasilhames: potes de iogurte, caixas ou garrafas de leite; caixas longa vida ou latas de doces, creme de leite, geleias, conservas; sacos que envolvem produtos alimentícios molhados etc.

DICA: Para lavar os recicláveis de forma mais correta e sem desperdício, aconselhamos dispor as embalagens no fundo da pia e lavar a louça como de costume, deixando cair a água com sabão nestes recicláveis.

A Logística Reversa, prevista na Política Nacional de Resíduos Sólidos (12.305/10) e em algumas resoluções CONAMA, também é importante e deve ser cobrada.
Como??! Faça seu papel de cidadão, ligando para os SACs ou Associações dos produtores (pneus – Reciclanip, PET – Abipet, Papel – ABTCP, Vidro – Abividro, eletroeletrônicos – Abinee, plásticos – Plastivida, etc) e pergunte sobre a destinação correta das embalagens e dos produtos a serem descartados.

A Recicloteca é uma instituição voltada ao público em geral, com o qual debate suas dúvidas e sugestões. Sempre divulgando as melhores práticas ambientais, nossa equipe está à inteira disposição para esclarecer quaisquer dúvidas sobre meio ambiente e SUA atuação nele.

Leia mais:

Coleta seletiva: ainda uma desconhecida

Quanto custa NÃO ter a coleta seletiva?

A Recicloteca e o enxágüe de recicláveis

A Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos no Brasil

Lixo no Brasil: coleta regular e seletiva nas capitais brasileiras

Reciclar é importante, mas reduzir o lixo é muito mais!

Catadores, peças indispensáveis na gestão de limpeza pública

Catadores: os Super Heróis da Reciclagem!

Buscador on-line para Contratação de Catadores

Logística reversa tipo SEDEX: rápida e eficiente

Lixo Reciclável é um termo que prejudica a coleta seletiva


Já imaginou poder contribuir para semear a educação ambiental por aí?

Agora você pode!

Não importa o valor da doação, o que importa é ajudar a difundir informações sobre coleta seletiva, meio ambiente em geral e reciclagem. Todas as doações terão uma recompensa!!

Acesse o site abaixo e saiba mais:
https://apoia.se/recicloteca

Este texto está protegido por uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional
Link para atribuição de créditos: http://www.recicloteca.org.br/?p=21173

Gostou desse post?

A Ecomarapendi é a ONG (organização não-governamental) responsável pela Recicloteca. Além do centro de informações sobre meio ambiente e reciclagem, oferece diagnóstico participativo, estudos de impacto ambiental e de vizinhança, treinamento e capacitação.

Assuntos relacionados

Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário