A Ecomarapendi é a ONG (organização não-governamental) responsável pela Recicloteca. Além do centro de informações de meio ambiente e reciclagem, oferece diagnóstico participativo, estudos de impacto ambiental e de vizinhança, treinamento e capacitação.

Entre em contato pelos telefones (21) 2551-6215 ou 2552-6393
ou pelo email contato@ecomarapendi.org.br

Fechar janela

Desastre de Mariana: Os impactos ambientais e seus motivos

Desastre de Mariana

Entenda mais sobre o Desastre de Mariana

Em 5 de novembro de 2015 a Barragem do Fundão com resíduos da Mineradora Samarco se rompeu e 35 milhões de metros cúbicos de lama contaminada arrasaram com os distritos de Bento Ribeiro, Paracatu de Baixo, Camargos entre outros. Dezenove pessoas morreram, 256 ficaram feridas e cerca de 600 foram desalojadas de suas casas e propriedades. O governo de MG estimou que no total 35 cidades foram afetadas pela lama no desastre de Mariana e acumulam, juntas, um prejuízo de R$ 1,2 bilhão. A Samarco foi multada em R$ 432 milhões pelos governos federal e estadual de MG, mas apenas 1% desse valor foi pago.

O Rio Doce recebeu toda essa lama e a falta de oxigênio na água acabou inviabilizando a flora e a fauna, o que representa a morte do rio. No dia 22 de novembro de 2015 a lama chegou à sua foz no município de Regência – ES e alcançou o mar.

Os danos ambientais do Desastre de Mariana não cessaram, a recuperação do rio, da fauna e da flora, e da vida de quem foi direta ou indiretamente afetado ainda vão demorar alguns anos. Até lá nosso conceito de justiça ambiental será testado diariamente.

Desastre de Mariana

Samarco é produtora de Pelotas de ferro

As pelotas de ferro são utilizadas principalmente na alimentação dos altos-fornos em siderurgias. A pelota é a matéria-prima na constituição do aço, que por sua vez vai ser usado na construção de pontes, aviões, automóveis, bicicletas, casas, produtos eletrônicos e muito mais.

O minério de ferro no Brasil possui uma grande responsabilidade econômica: A de contribuir, com grande peso na balança comercial das exportações de minérios. É considerado terceiro maior produtor de ferro do mundo, perdendo apenas para China e Austrália. Entre seus principais compradores destacam-se a China, com quase metade de toda extração, seguido do Japão, Coréia do Sul, Holanda, Itália e muitos outros.

Das empresas minerados brasileiras, a Samarco contribui com pouco mais de 6% da produção nacional.

Qual a sua relação com o Desastre de Mariana?

Ok, o minério de ferro é fundamental para o Brasil. Se nós quiséssemos ter menos coresponsabilidade sobre o passivo ambiental das mineradoras teríamos uma vida muito difícil, pois precisaríamos ter menos relação com o produto que elas fabricam. Não ter carro e morar em casas sem estrutura de aço seriam as primeiras medidas. Bem difícil né?

Vender o carro e não comprar outro é até possível para algumas pessoas e agrega outros benefícios. Mas isso eliminaria apenas parte de sua relação direta com a fonte dos impactos, pois quase tudo o que consumimos é produzido e transportado por máquinas feitas de metal…
Já a mudança da residência demanda criar uma construção totalmente nova feita, por exemplo, com algumas técnicas ensinadas pela permacultura, por exemplo, que não usam outros tipos de materiaisi para as estruturas de resistência.

Independente do quanto estamos dispostos a mudar nosso modo de vida para zerar nossa pegada ecológica em relação às mineradoras, todos nós podemos evitar o consumismo que aumenta muito a demanda por fabricação de novos produtos e a exploração exagerada de recursos naturais. É o poder do consumidor para amenizar as pressões sobre o meio ambiente e à sociedade como um todo.


Informe-se e envolva-se:

Série Especial: Rio Doce, da Nascente à Foz 

Tragédia no Rio Doce

O grupo Falamansa se uniu ao rapper Gabriel O Pensador e, em parceria com o instituto Ultimos Refugios e o Instituto O Canal, lançam um clipe emocionante dirigido pela brilhante diretora alemã Ilka Westermeyer.

Assista abaixo o clipe e compartilhe pois cada visualização deste se transforma em uma doação para um fundo de assistência as famílias ribeirinhas com a finalidade de promover obras sociais comunitárias na região afetada pelo desastre de Mariana. Compartilhe o link e faça a sua parte! http://goo.gl/ZHiHTb


Agora você pode ser um apoiador do Projeto Recicloteca.

Já imaginou poder contribuir para semear a educação ambiental por aí?

Agora você pode!

Não importa o valor da doação, o que importa é ajudar a difundir informações sobre coleta seletiva, meio ambiente em geral e reciclagem. Todas as doações terão uma recompensa!!

Acesse o site abaixo e saiba mais:
https://apoia.se/recicloteca

Este texto está protegido por uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional
Link para atribuição de créditos: http://www.recicloteca.org.br/?p=19259

Gostou desse post?

A Ecomarapendi é a ONG (organização não-governamental) responsável pela Recilcoteca. Além do centro de informações de meio ambiente e reciclagem, oferece diagnóstico participativom estudos de impacto ambiental e de vizinhança, treinamento e capacitação.

Assuntos relacionados

Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário