A Ecomarapendi é a ONG (organização não-governamental) responsável pela Recicloteca. Além do centro de informações de meio ambiente e reciclagem, oferece diagnóstico participativo, estudos de impacto ambiental e de vizinhança, treinamento e capacitação. Entre em contato pelo email contato@ecomarapendi.org.br
Fechar janela

Mais educação e menos lixo!

A sugestão de ação e multiplicação da prática é válida do poto de vista estritamente ambiental. Recolher o lixo do chão foca no problema e ajuda a melhorar a saúde pública, de quebra evita o sofrimento e a morte de animais por ingestão de lixo.

No entanto, é uma preocupante cilada pedagógica pois reforça um comportamento que se multiplica mundo afora: a terceirização da responsabilidade. Se tem quem limpe, por profissão ou por ideologia, há quem não ligue de sujar, justamente porque alguém vai resolver o problema gerado pelos outros.

O raciocínio pode seguir também por outras linhas:

  • Se pago meus impostos em dia há funcionários públicos para realizar a limpeza ou a fiscalização ou a campanha de educação. São pagos pelos governos das 3 esferas para garantir a qualidade ambiental, a saúde e o que mais for importante para a sociedade;
  • Vou apoiar financeiramente essa ONG/Projeto e assim fiz a minha parte para contribuir com a limpeza das praias, a campanha contra a energia nuclear, a ampliação da coleta seletiva, etc.

 

O ser humano tem por natureza o instinto de ajudar, somos uma espécie social e de vida coletiva a milhares de anos. No entanto viver na sociedade moderna, especialmente em cidades muito grandes, aliada às exigências cada vez mais duras do cotidiano tem deixado pouco espaço para o desenvolvimento humano. Isso aliado à baixa qualidade da educação para a cidadania tem resultado em gerações de pessoas interessadas apenas nos valores individuais. Para elas não é importante ou válido realizar algo pelo coletivo, especialmente quando há coletivos organizados para amenizar ou solucionar os problemas modernos.

As campanhas que focam apenas nos problemas ambientais e nas suas consequências para o equilíbrio da natureza são bem intencionadas, mas ocupam o já raro tempo e espaço na vida das pessoas. E, mesmo sem querer, acabam dificultando ou impedindo que a educação e a informação de qualidade cheguem às massas. É fundamental ajudar a resgatar o senso de coletividade e a busca natural por evolução do ser humano. E para isso é preciso investir em mudar comportamentos para que se evitem os problemas ambientais originados pela humanidade.

Nossas cidades, países, o mundo precisa de mais educação e raciocínio, menos adestramento e subserviência.

Pensar é de graça!

Fonte das imagens em destque e no texto: 7 days of garbage – Gregg Segal


Já imaginou poder contribuir para semear a educação ambiental por aí?

Agora você pode! Seja um apoiador do Projeto Recicloteca.

Não importa o valor da doação, o que importa é ajudar a difundir informações sobre coleta seletiva, meio ambiente em geral e reciclagem. Todas as doações terão uma recompensa!!

Acesse o site abaixo e saiba mais:
https://apoia.se/recicloteca

Este texto está protegido por uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional
Link para atribuição de créditos: http://www.recicloteca.org.br/?p=20937

Gostou desse post?

A Ecomarapendi é a ONG (organização não-governamental) responsável pela Recicloteca. Além do centro de informações sobre meio ambiente e reciclagem, oferece diagnóstico participativo, estudos de impacto ambiental e de vizinhança, treinamento e capacitação.

Assuntos relacionados

Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário