Campanha traz debates e artistas falando sobre Código Florestal

As mensagens estão longe de serem padronizadas e dá para ver que a turma está engajada. Veja o recado das personalidades.

Por Gustavo Faleiros – O Eco

Wagner Moura em foto de Renata Duarte.
Posição dos artistas vai sensibilizar a população? E os senadores?

Após dois anos de campanhas, com diferentes slogans e iniciativas para elevar o interesse da população brasileira sobre as propostas de mudança no Código Florestal, as ONGs ambientalistas parecem avançar mais rápido com o movimento Floresta Faz a Diferença. O comitê organizador acertou ao escolher as redes sociais. As mensagens de celebridades, artistas e especialistas feitas no You Tube estão de fato circulando na internet.  Os atores Bruna Lombardi e Wagner Moura, a modelo Gisele Bundchen e o cineasta Fernando Meirelles são alguns dos nomes de peso que aparecem em vídeos com mensagens para os senadores.

Infográfico: Entenda o novo Código Florestal

As mensagens estão longe de serem padronizadas e dá para ver que a turma está engajada. Fernando Meirelles, por exemplo, diz que, mesmo sendo plantador de café e cana, defende que a última palavra sobre as mudanças no Código Florestal seja da Ciência, em uma alusão clara ao fato de que o Congresso não tem dado muita bola para os recentes documentos da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e a Academia Brasileira de Ciências (ABC)

Outra boa sacada do Florestas Faz a Diferença é a transmissão ao vivo de debates e eventos sobre o Código Florestal.  (…)

Para assistir basta entrar no site do movimento Floresta Faz a Diferença.

Assista as mensagens:

Marcos Palmeira, ator e produtor orgânico
Washington Novaes, jornalista, documentarista e produtor
Fernando Meirelles, diretor de cinema
Wagner Moura, ator
Victor Fasano, ator e ecologista
Gisele Bündchen, modelo

(entre outros)

Fonte: Mundo Sustentável (editado por Daniela Kussama). Texto publicado originalmente no portal O Eco.

Se você quiser seguir a Recicloteca no Twitter, clique aqui.

Gostou dos textos? Detestou? Queremos saber!
Deixe aqui seus comentários, criticas e sugestões!
Estamos fazendo o blog para vocês e
ele é uma construção conjunta.
Ajude-nos a melhorá-lo!

Licença Creative Commons

Este texto está protegido por uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Link para atribuição de créditos: http://recicloteca.org.br/_bak_site_asp_2005/blog/?p=6495

Compartilhe

Deixe um comentário